Review Huawei Ascend P6

Hoje vamos falar do Huawei Ascend P6, um Smartphone “Top de linha” da empresa chinesa que é uma grande multinacional em equipamentos para redes de telecomunicação no mundo todo, sendo uma das principais parceiras em infraestrutura de rede nas operadoras ao redor do mundo. E que apesar de ter vendas fortes na categoria de smartphones na Ásia, a Hauwei, ainda não conseguiu emplacar um aparelho que venda como um pão quentinho aqui no Brasil, mas chega de Blá Blá Blá e vamos as configurações:

Huawei Ascend P6
Huawei Ascend P6

Android 4.2.2 Jelly Bean

Peso: 120g

Possui Dual Sim (Micro Sim)

Processador Huawei Hi-Silicon K3V2 quad-core a 1,5 GHz

Memória RAM de 2GB

Memória Interna 8GB (Apenas 4GB disponíveis ao cliente)

Slot para entrada Micro SD de até 32GB

Tela de 4.7″ HD com resolução de 1280x720p 312 ppi com tecnologia IPS Plus e Gorilla Glass

Câmera traseira de 8MP e frontal de 5MP

Wi-Fi  B/G/N

Sensores acelerômetro, bússola, proximidade, giroscópio, temperatura

Bateria de 2000 Mah

Huawei Ascend P6
Huawei Ascend P6

Prós: O gadget faz ótimas fotos com a câmera frontal deixando pra trás até várias câmeras traseiras de marcas mais conhecidas da gente, sua câmera traseira bate fotos com boa acuidade e nitidez e absorve bem a luminosidade que o ambiente pode proporcionar, o smartphone tem um belo acabamento e um design de primeira que em alguns momentos lembram o iPhone, o sistema Android adaptado pela Huawei não vem entulhado de coisas como ocorre nas Coreanas, a saída de áudio do aparelho oferece boa experiência aos consumidores assim como a saída para fones de ouvido de qualidade é claro.

Contras: A bateria do Smartphone se mostrou um tanto decepcionante durando menos de 5 horas em uso intenso rodando vídeos Full HD, jogos, músicas e outros aplicativos (vale ressaltar que a bateria das grandes marcas não diferem tanto desse resultado), a memória interna além de ser apenas 8GB, só vem disponível ao consumidor uma quantidade menor que 5GB (então você que adora carregar aplicativos que nunca usa já pode ficar com o pé atrás), a entrada do fone de ouvido é recoberta pelo acessório que abre a tampa dos chips e para escutar músicas você precisa retira-lo e guarda-lo, portanto se você for descuidado pode não curtir muito essa novidade, e por fim, o que mais me desagradou no aparelho foi a sua grande incompatibilidade com vários aplicativos da Google Play, não entendi muito bem o por que disso, se tínhamos em mãos um aparelho aparentemente atualizado, e os poucos jogos que consegui instalar sem problemas, apresentaram muitos travamentos e lags e em alguns casos chegaram a esquentar o gadget até ele interromper o aplicativo ou até mesmo reiniciar o Smartphone.

 

 

 

Related Posts